jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022

Estou indignado com o Magistrado...

Hoje não haverá acordo!

Erik Cavalcante, Consultor Jurídico
Publicado por Erik Cavalcante
há 8 anos

https://www.youtube.com/embed/3YJ0mHWIS5E


Olá colegas, bom dia!

Acabo de receber um vídeo do Dr. Josimar de Assis Lira, advogado especialista em Direito do Trabalho. Após sair de uma audiência, o advogado compartilha sua indignação perante a Justiça do Trabalho e a postura do juiz na sala.

O Dr. Josimar nesse processo estava atuando em favor da empresa reclamada.

O reclamante em ação trabalhista pede o reconhecimento de vínculo trabalhista.

O Magistrado em audiência indaga se há uma proposta de acordo por parte da Reclamada, e quando o advogado da Reclamada afirma que não há acordo, pois, de fato não houve o vínculo requerido pelo Reclamante, o Magistrado nessa situação, querendo forçar um acordo, fala diretamente para o representante da Reclamada e diz que esta corre um grande risco se não fechar o presente acordo.

Indaga então o advogado o porquê o Magistrado, antes de ouvir todas as partes, força o acordo, ou seja, é visível que a maioria dos juízes trabalhistas tende para o lado do Reclamante.

Esse tipo de situação já aconteceu com você?

Comente abaixo!

Um abraço!


Conheça o KIT DE PETIÇÕES TRABALHISTAS mais completo do país! CLIQUE AQUI!

Estou indignado com o Magistrado

Informações relacionadas

Jusbrasil, Advogado
Artigoshá 3 anos

Sempre indignado e com vontade de fazer o melhor para a sociedade. Você conhece o autor Ian Ganciar?

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Nossa o vídeo esta muito legal!
Concordo plenamente com o Dr. Josemar!
Parabéns! continuar lendo

aqui em minas gerais não é diferente colega. essa é a injustiça do trabalho. to com nojo até de passar na frente do forum trabalhista. abraço continuar lendo

O famoso Ctrl C e Ctrl V, o juiz tem a sua preferência, o mérito e imparcialidade ficam em segundo plano. continuar lendo